orçamento de logotipo

Solicite um orçamento

Criamos nomes para empresas e desenhos de logomarcas

Fale conosco pelo WhatsApp abaixo:

(11) 9958-12346

O castelo como símbolo

castelo simbolo histórico

Na vida real, assim como nos contos e nos sonhos, em geral o castelo está situado em lugares altos ou na clareira de uma floresta: é uma construção sólida e de difícil acesso.

Dá impressão de segurança (como a casa, geralmente), mas de uma segurança no mais alto grau.

Castelo é um símbolo de proteção.

Todavia, sua própria localização isola-o um pouco no meio de campos, bosques e colinas. E o que ele encerra, separado assim do resto do mundo, adquire um aspecto longínquo, tão inacessível quanto desejável.

Por isso o castelo figura entre os símbolos da transcendência: a Jerusalém celeste toma a forma, nas obras de arte, de uma fortaleza
eriçada de torres e torreões pontiagudos, situada no cume de uma montanha.

Os templos funerários que os faraós mandaram construir, no topo ou ao lado de suas tumbas, são chamados de castelos milhares de vezes milenares e destinam-se, eternos como as tumbas reais, a associar o destino sobre-humano dos grandes deste mundo ao destino dos deuses.

O que é protegido pelo castelo é a transcendência do espiritual. Julga-se que ele resguarde um poder misterioso e inatingível. Os castelos surgem nas florestas e nas montanhas mágicas (que por si sós já têm o peso de uma força sagrada) e desaparecem como por encanto, quando deles se aproximam os cavaleiros e a miragem se esvai.

Nos castelos estão adormecidas as belas jovens e padecem, suspirosos, os príncipes encantados, enquanto esperam — elas, ser despertadas pelo visitante enamorado, e eles, o instante de acolher a viajante maravilhosa.

O castelo simboliza a conjunção dos desejos. O castelo negro é o castelo definitivamente perdido, o desejo condenado a permanecer para sempre insaciado: é a imagem do inferno, do destino "marcado", sem esperança de retorno ou de mudança.

É o castelo sem ponte e para sempre vazio, habitado somente pela alma solitária, que vaga ínfindavelmente entre seus muros sombrios.

O castelo branco, ao contrário, é um símbolo de realização, de um destino perfeitamente cumprido, de uma perfeição espiritual. Entre os dois, o negro e o branco, escalonam-se os diversos castelos da alma, descritos pelos místicos como outras das tantas moradas sucessivas ao longo do caminho da santificação.

O castelo da iluminação no cimo dos montes, e que se confunde com o céu, será o lugar onde a alma e seu Deus estarão eternamente unidos e gozarão, em pleno, de sua recíproca e imarcescível presença.

O castelo às escuras, que não é necessariamente o castelo negro, simboliza o inconsciente, a me-mória confusa, o desejo indeterminado; o castelo iluminado, que tampouco é o castelo de brancura ou de luz, simboliza a consciência, o desejo aceso, o projeto posto em andamento.

O simbolismo do castelo é complexo, podendo ser derivado ao mesmo tempo do da casa e do recinto ou cidade murada. Na arte medieval, as cidades muradas representavam a alma transcendente e a Jerusalém celestial.

Os castelos também representam o local difícil de alcançar ou conquistar, quase atingindo um estatus de teste espiritual. Como os castelos geralmente estão localizados no topo de colinas ou penhascos, existe o símbolo adicional de nível ou altura.

O castelo e o fosso são símbolos de refúgio físico e espiritual e, portanto, um símbolo especialmente importante durante as Cruzadas. Uma fortaleza do bem ou do mal, os castelos geralmente guardam um tesouro ou uma princesa (um símbolo de iluminação).

Como símbolo que abriga o tesouro inalcançável ou uma pessoa aprisionada, o castelo representa a aquisição de conhecimento esotérico ou realização espiritual. Para convencer o guardião dos tesouros a libertar a prisioneira, tarefas exigentes ou lutas heróicas devem ser concluídas com sucesso.

Castelos representam autoridade, domínio, poder, romance, segurança, soberania e riqueza. Na heráldica, o castelo é um símbolo de grandeza, nobreza, solidez e estratégia.

Os símbolos carregam poderosos significados pessoais e coletivos. É sempre interessante e desafiador decifrar e entender o significado dos castelos, inclusive no design gráfico e no marketing.

Muitas empresas utilizam o desenho de um castelo para ilustrar a identidade visual de sua marca, ou dentro do seu logotipo como um símbolo comercial.

 

O castelo, símbolo de força, proteção, poder e segurança

Como símbolo de segurança e proteção, o castelo já foi usado como símbolo nos desenhos de logotipos de várias marcas de corretoras de seguros e seguradoras.

Artigos relacionados

Criação de logotipos com símbolos para corretores de seguros

Criar nome fantasia para seguradora e corretores de seguros

Modelos de logomarca para corretores de seguros

Mudança nos logotipos de corretoras de seguros

 

Fonte: Livro Dicionário dos Símbolos, por Jean Chevalier e Alain Gheerbrant, editora J.O.


Página atualizada na Agência EVEF em 18/03/2022 por Everton Ferretti