orçamento de logotipo

Solicite um orçamento

Criamos nomes para empresas e desenhos de logomarcas

Fale conosco pelo WhatsApp abaixo:

(11) 9958-12346

A simbologia do rebanho

simbolo rebanho

O rebanho simboliza o instinto gregário. O homem está para a coletividade como o animal está para o rebanho. Quanto mais o homem é capaz de viver sozinho, fora de um partido ou de um grupo, mais é autossuficiente tornando-se, assim, uma pessoa — cessa de ser um simples indivíduo.

O homem de grupo ou de rebanho tem necessidade de sentir outros homens à sua volta; a presença destes o acalma, da mesma forma que o carneiro tem medo quando está sozinho.

O rebanho apresenta-se como uma massa, uma totalidade da qual nenhum homem ou animal emerge. Se um animal ou um homem torna-se chefe do rebanho ou do grupo, permanece ligado aos seus congêneres e é animado por sua presença.

O herói, o sábio, o santo têm um destino pessoal, não pertencem mais ao rebanho, são totalmente independentes. Mas toda comunidade não é rebanho. Este representa apenas a forma animal do grupo; para os homens, significa uma regressão.

A integração na comunidade humana significa, ao contrário, uma progressão e uma das etapas mais difíceis de superar no caminho da personalização.
O rebanho passa, então, a significar uma perversão da vocação social do homem, assim como uma perversão da vocação humana da sociedade.

Informações importantes sobre artigo:

Investimentos financeiros: Este artigo tem apenas a função didática e não constitui conselhos jurídicos ou financeiros e nem oferta de qualquer fundo ou serviço de investimento. Nada neste documento deve ser entendido como aconselhamento de investimentos.

Utilização de vacinas: Esse artigo não aconselha nem desaconselha a utilização de vacinas ou quaisquer medicamentos propostos para quaisquer doença - tem apenas a função de relatar alguns acontecimentos ocorridos durante a epidemia de Covid-19.

 

Humanos se comportam como rebanho?

Conhecido como comportamento de manada, esse termo é usado para descrever situações em que indivíduos em grupo reagem todos da mesma forma, embora não exista uma direção anteriormente planejada.

O termo se refere originalmente ao comportamento animal; por analogia, também se aplica ao comportamento humano, em situações tais como a ocorrência do estouro de uma bolha especulativa no mercado de ações.

Neste caso, diz respeito ao comportamento de agentes econômicos, em um contexto de informação assimétrica ou incerteza, quando uma grande parcela dos agentes participantes (traders e stakeholders) de um dado mercado não tem informações suficientes para a tomada de decisão — acerca do mercado de ações, mercado cambial ou o mercado de crédito, por exemplo — e cada agente decide imitar a decisão de outros, supostamente mais bem informados, ou seguir a maioria.

O comportamento de rebanho durante a crise financeira de 2000 - a bolha das empresas .com e a queda da Nasdaq

O estouro da bolha da Internet no ano 2000 foi um dos eventos financeiros mais infames da história recente. No entanto, os mercados já experimentaram este tipo de evento em várias ocasiões.

Como algo tão catastrófico pode acontecer de tempos em tempos no mercado financeiro?

O instinto gregário dos traders é que faz com que todos eles trabalhem em conjunto na hora do pânico financeiro, exibindo o comportamento de rebanho. Curiosamente, a maioria dos traders não faria necessariamente a mesma escolha se estivessem agindo sozinhos.

Existem várias razões pelas quais o comportamento de rebanho. A primeira é a pressão pelos resultados. Provavelmente o trader sabe por experiência própria que pode ser uma força poderosa. A maioria das pessoas é muito sociável e tem um desejo natural de ser aceita por um grupo, em vez de ser estigmatizada como marginalizada. Portanto, seguir o rebanho (grupo) é uma forma ideal de ser um membro e se sentir seguro.

A segunda razão baseia-se na ideia de que um grande grupo não pode cometer erros. Afinal, mesmo que você esteja convencido de que uma idéia é irracional ou incorreta, você ainda pode seguir o rebanho acreditando que eles sabem algo que você não sabe. Este comportamento é particularmente comum em situações em que um indivíduo tem pouca experiência.

A força motriz por detrás dos investidores e traders da bolha das empresas .com no ano 2000 é que todos eles faziam sempre a mesma coisa.

Uma mentalidade de rebanho pode até afetar os profissionais financeiros mais experientes. O objetivo final de um gestor de fundos é seguir uma estratégia de investimento para maximizar a riqueza investida. O problema reside na quantidade de controle que os gestores de fundos recebem dos seus clientes sempre que surge um novo método de investimento.

Por exemplo, um cliente mais abastado que descobre um investimento que está a ganhar valor pergunta se o gestor do fundo está a utilizar uma "estratégia" semelhante. Em muitos casos, é tentador para um gestor de fundos (ou trader) acompanhar o rebanho dos outros profissionais de investimento.

simbolo comportamento rebalho mercado financeiro

Lista das empresas que mais sofreram perdas de valor de suas ações com o efeito rebanho experimentado durante a crise da bolha de internet de 2000:

  • 3Com
  • 360networks
  • AboveNet
  • Actua Corporation
  • Airspan Networks
  • AltaVista
  • Alteon WebSystems
  • Blucora
  • Blue Coat Systems
  • Books-A-Million
  • Broadcast
  • CDNow
  • Chemdex
  • Cobalt Networks
  • Covad
  • Cyberian Outpost
  • CyberRebate
  • Digex
  • Divine
  • eGain
  • eToys
  • Excite
  • Flooz
  • Freei
  • Gadzoox
  • Global Crossing
  • theGlobe
  • govWorks
  • Healtheon
  • HomeGrocer
  • inktomi
  • Internet America
  • iVillage
  • iWon
  • Kozmo
  • Lastminute.com
  • Liquid Audio
  • LookSmart
  • Lycos
  • MarchFirst
  • MicroStrategy
  • Net2Phone
  • Netscape
  • Palm, Inc.
  • Pixelon
  • Pseudo
  • Radvision
  • Redback Networks
  • Ritmoteca
  • Savvis
  • Think Tools
  • TIBCO Software
  • Transmeta
  • uBid:
  • UUNET
  • VerticalNet
  • WebChat Broadcasting System
  • Webvan
  • World Online
  • Yahoo!

 

Imunidade de rebanho

Um termo bastante discutido durante a pandemia de Covid-19 foi a imunidade de rebanho.

A imunidade de rebanho (ou imunidade em massa) é uma forma de proteção indireta contra doenças infecciosas que podem ocorrer com algumas doenças quando uma porcentagem suficiente da população se torna imune a uma infecção, seja por vacinação ou por infecções anteriores, reduzindo assim a probabilidade de infecção para indivíduos sem imunidade.

Imunidade de rebanho por vacina

As vacinas são substâncias antigénicas que estimulam o sistema imunológico a desenvolver imunidade adquirida a determinado patógeno. Essa imunização previne ou atenua os efeitos de uma eventual infeção por esse patógeno.

A percentagem que uma população necessita de estar imune para se atingir a imunidade de grupo varia de doença para doença. Quanto mais contagiosa for a doença maior a percentagem de população necessita de estar imune para cessar a sua propagação. Por exemplo, o sarampo é uma doença altamente contagiosa. É necessário que cerca de 94% da população seja imune para interromper a cadeia de transmissão.

Imunidade de rebanho por infecção

A imunidade de rebanho por infecção (ou imunidade de rebanho por contágio) é uma tese arbitrária ao consenso da comunidade científica mundial e baseada no pensamento de que os anticorpos possam ser adquiridos pela infecção natural e a imunidade coletiva atingida sem vacinas.

O consenso dos infectologistas é de que a vacinação é o único caminho aceitável para a imunidade do rebanho e a adoção da infecção natural pode ser profundamente falha, diretamente perigosa e entendida até como crime contra a saúde pública.

 

Fonte: Livro Dicionário dos Símbolos, por Jean Chevalier e Alain Gheerbrant, editora J.O.

 

Artigos relacionados

Criação de símbolos comerciais e desenhos de logotipo para empresas do agronegócio, laticínios e pecuária

Criação de nome fantasia para fazendas, pecuaristas, laticínios e empresas do agronegócio

Modelos de logomarca para fazendas, pecuária, laticínios e empresas do agronegócio

Nome fantasia para frigoríficos e empresas de alimentos e proteína animal

 


Página atualizada na Agência EVEF em 17/03/2022 por Everton Ferretti